Número total de visualizações de página

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O talismã de um governo odiado

Eles não quiseram ir para São Bento no 15 de Setembro e acabam a manifestação na inócua praça de Espanha.Eles chamam vândalos a manifestantes agredidos pelas forças do regime no Chiado a 22 de Março de 2012.Eles convocam greves gerais de um dia de 6 em 6 meses.Eles queriam um arraial no dia 15 de Outubro de 2011 quando no resto do mundo em centenas de cidade se preparava aquela que viria a ser a maior manifestação mundial anti capitalista da História. Eles não condenam a carga policial violentíssima que levou tudo pelo frente, mesmo aqueles que não tinham atirado pedras aos policias.Eles não faziam manifestações ate Sao Bento, até a plataforma 15 de Outubro as fazer e depois voltaram a deixar de as fazer.Eles levam centenas de milhares a rua no 2 de março mas depois não esperam que as pessoas cheguem todas ao terreiro do paço e começam logo a desmontar palco e apagar luzes.Eles decidem que a melhor forma de dar continuidade ao 15 de Setembro é uma concentração em Belem numa sexta feira a tarde, um concerto na praça de Espanha um mês depois e uma greve geral 2 meses depois.Eles acham que vamos lá com uma manifestação de 6 em 6 meses.Eles acham que não deve haver assembleias populares nem tão pouco microfones abertos no final das Manifs. Eles abandonam a ponte quando se afigurava um protesto gigantesco que faria tremer o governo. Eles convocam arruadas para bem longe de Sao Bento quando o governo esteve por um fio após a demissão irrevogável de Portas.Eles abandonam manifs por si convocadas sem avisar os restantes organizadores.Eles caluniam,desencorajam,desmobilizam e nem sequer colam todos os cartazes que lhes são confiados. Eles são o obstáculo entre nós e a queda do governo.Eles são o último reduto do regime.Eles não querem que esta merda mude.Eles serão ultrapassados pelas massas, a História avançará sem eles.

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

António Costa institucionaliza a pobreza

Foram colocados na zona de Arroios pela câmara de Lisboa, numa experiência piloto, 12 cacifos para os sem Abrigo guardarem os seus pertences. Esta ideia que quem olha à primeira vista até pode parecer de uma verdadeira preocupação, quando vista mais de perto é algo incomentável. Trata-se de fornecer aos sem-abrigo um sítio para guardar as coisas para que consigam continuar na RUA. Esta é a verdadeira política do António Costa e do Partido "Socialista". Uma política de instucionalizar a pobreza, de caridadezinha, mas nunca de resolver os problemas dos vários milhares (posso arriscar milhares) que se vêm cada vez mais pelas ruas de Lisboa à medida que o rolo compressor da austeridade avança. António Costa com esta e outras medidas posiciona-se ao lado de Passos Coelho na gestão da austeridade e no apoio à continuação na pobreza do povo.

Fica por fim aqui uma música dedicada ao António Costa:



quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Quantos desempregados são oriundos do governo?

Hoje no debate quinzenal, o líder da bancada do PSD disse que os cortes e despedimentos na função pública são apenas uma questão de equidade em relação aos trabalhadores do privado. E continuou a perguntar "quantos dos 400 mil desempregados são funcionários públicos?".
Após estas declarações do maior partido do governo, venho pedir equidade também e fazer a pergunta, quantos desempregados são do governo? Quantos cortes de vencimento sofreram os membros do governo e respectivos gabinetes?

Posso já responder.. NENHUM. O que me leva a dizer que quero equidade para o governo no que toca ao desemprego...portanto dia 26 de Outubro vou estar na rua a exigir a demissão deste governo.

Fica aqui a lista de sítios e eventos no facebook:


Aveirohttp://www.facebook.com/events/622401861135723/

Bragahttps://www.facebook.com/events/506278292789312/

Coimbrahttps://www.facebook.com/events/529946873750105/

Faro - https://www.facebook.com/events/659979904020852/

Funchalhttps://www.facebook.com/events/560517967353854/

Horta, Faial https://www.facebook.com/events/379027642228272/379676388830064/


Lisboahttps://www.facebook.com/events/220197414805115

Portimão https://www.facebook.com/events/1422061658010090/


Portohttps://www.facebook.com/events/518182104931744/

Setúbalhttps://www.facebook.com/events/566335823421562/

Viana do Castelo -https://www.facebook.com/events/726547610695883/

Vila Realhttp://www.facebook.com/events/348960148584117/


Viseuhttps://www.facebook.com/events/419531018169939/

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Ministra não consegue poupar....

Hoje numa entrevista feita na SIC a seguir ao telejornal Maria Luis Albuquerque revelou que não consegue poupar pois tem 3 filhos e continua a ter despesas. Não revelou ( e nem sequer se preocupa) é que há milhares de pessoas que também têm 3 filhos mas um rendimento muito inferior, e aí é que nem sobreviver conseguem, quanto mais poupar o que quer que seja. A ministra que experimente abdicar do seu salário superior a 5 000 euros mais ajudas de custo de todo o género e viver com um ordenado de 600 euros (sim do valor que quer começar a cortar as reformas) e depois aí sim pode dizer que não consegue poupar.