Número total de visualizações de página

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Como se branqueia uma carga policial




Tem razão quem defende que um conjunto de imagens pode ter várias interpretações dependendo do prisma do observador. Os graves incidentes que pontuaram o final da manifestação frente ao palácio de S. Bento, em dia da greve geral, nos quais a PSP varreu centenas de manifestantes das ruas a golpes de bastão, foram vistos como uma resposta «proporcional» da autoridade. Aliás, esses manifestantes, onde se incluíam crianças, idosos e até pessoas em cadeiras de rodas, foram promovidos à categoria de «grupos organizados». A atuação da polícia, cruamente documentada pelas imagens aqui postadas, foi denominada de «ação tática para mitigar a violência» (repare-se, aqui o termo violência já merece ser aplicado) gerada pelas pedras arremessadas contra a polícia. O autor desta leitura é o porta-voz do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo e chama-se Felipe Pathé Duarte. De resto, o que se passou no final da tarde desta quarta poderá ser o aperitivo do que aí vem em termos do intensificar da repressão à contestação social. O ministro da Administração Interna já atribuiu a ocorrência a «meia dúzia de profissionais da desordem e da provocação». Ler aqui e ouvir aqui clicando no noticiário das 22 horas.

Editado a 15 de Novembro de 2012 às 13:02

Sem comentários:

Enviar um comentário