Número total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Lisboa a Metro


A redução do Metro para três carruagens em permanência na linha verde, e aos fins de semana ou a partir das 21:30 nas restantes linhas está a funcionar como um autêntico atentado aos utentes deste meio de transporte.
As pessoas sentem-se perfeitamente insultadas ao verem que são transportadas como gado para o matadouro, viajando qual sardinha em lata. É um desrespeito pelos cidadãos.
Igualmente os turistas murmuram queixas ora porque viajam em péssimas condições ora porque se vêem obrigados a correr desesperadamente até ao lado oposto da estação para apanhar o Metro e esperando que este não feche portas antes de lá chegarem.
Num país onde as fontes de receita já se encontram largamente depauperadas seria fundamental o governo ter em atenção a forma como trata os turistas. E, como é óbvio, mostrar um mínimo de respeito pelas pessoas que pagam o seu bilhete/passe tant para ir trabalhar como para qualquer deslocação e a quem, a troco de um bilhete pago a preço régio, se oferecem condições indignas.
Aumento de preço e redução de serviço é uma afronta a quem anda em Lisbia num Metro despromovido a centímetro.
Revoltado(a) com este estado de coisas?
Não fiques em casa! Dia 30 de Junho enfrenta o Metro e o autocarro e junta-te ao MSE, ao 15O e ao Contra-Reaccionário contra o estado a que isto chegou!
Traz a tua voz!

Sem comentários:

Enviar um comentário