Número total de visualizações de página

quinta-feira, 14 de junho de 2012

MAS apresenta-se aos eleitores


Depois da festa de fundação em Março, que reuniu cerca de 300 pessoas na Voz do Operário em Lisboa, o MAS – Movimento de Alternativa Socialista apresenta-se de forma directa aos cidadãos eleitores do país durante as campanhas semanais de recolha de assinaturas para a sua legalização como partido.
A recepção tem sido positiva, com muitas perguntas e respostas, conversas e auscultação da população e dos seus problemas. O jovem partido interessa-se por saber quais são as mais frequentes inquietações das pessoas, o que mais as perturba e o que mais desejam.
O desemprego é um flagelo, a desilusão imensa, a revolta latente e as injustiças gritantes. O que encontram pelas ruas é um país devastado, destruido, deprimido.
A paciência do povo está por um fio. As pessoas alimentam-se mal, trabalham horas demais, não procuram ajuda médica porque não têm dinheiro, os jovens deixam de estudar porque não conseguem pagar as propinas mas também não conseguem trabalhar. Os mais velhos não têm dinheiro para os medicamentos.
Os desempregados estão revoltados por serem tratados como criminosos e suas apresentações quinzenais.
A realidade que se apresenta é austera. Literalmente.
O MAS está atento e recolhe ideias tanto quanto assinaturas.
O Contra-Reaccionário deseja boa sorte ao MAS, e o Contra sabe de fonte oficial que o MAS está solidário com a Manifestação do MSE pelo Direito ao Trabalho a 30 dee Junho.
Junta-te a todos nós!

Sem comentários:

Enviar um comentário