Número total de visualizações de página

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Empurrar com a barriga para a frente

O IGCP (Instituto de Gestão do Crédito Público) fez hoje uma troca de dívida. Em todas as noticias se fala do alívio que foi para as contas públicas, que vamos pagar menos, que o ano 2014 está mais aliviado e muitas outras coisas. A pergunta que devemos fazer é : "será que foi mesmo assim tão bom?Será que está tudo melhor?".A resposta embora não seja agradável tem de ser dada! E a verdade é que esta "troca" de dívida veio agravar tudo ao contrário do que dizem. E basta ver por uma questão simples, segundo o Jornal de negócios foi com sucesso trocado 4,2 mil milhões de dívida que se vencia (que se tinha de pagar) em 2014 e 2015, por dívida que tem que se pagar (ou voltar a trocar) em 2017 e 2018. Esta é a parte "positiva" da noticia que é dada. Está é a ser escondido que a dívida que tinha de se pagar no ano que vem e no seguinte tinha juros respectivamente de 2,127%, 2,753% e 3,324%....e as de 2017 e 2018 têm juros de 4,677% e 4,956%. Isto mostra que não é um sucesso esta operação. Mostra que na prática é um empurrar com a barriga para a frente, para que alguém (todos nós) pague as despesas que eles( os governos PS,PSD e CDS) fazem, mas desta vez com juros dados à banca e aos "mercados" muito superiores (o dobro!).

Sem comentários:

Enviar um comentário