Número total de visualizações de página

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Denúncia - As ilegalidades do IEFP

Ao demitir cerca de 800 técnicos a recibo verde, o IEFP demite-se a si próprio da sua responsabilidade social e da legalidade que se esperaria de um organismo do Estado e lança 800 famílias no desemprego, na total ausência de direitos, mesmo depois de descontarem fortunas para a segurança social.
Por sua vez, os profissionais que estavam a contrato foram dispensados em cima da hora e o IEFP recusa-se a pagar as compensações que lhe são devidas por lei.
Há toda uma atitude incompreensível de transgressão da lei por razões absolutamente economicistas que atropelam os mais elementares direitos laborais dos cidadãos. Há que denunciar estas arbitrariedades de forma tão reiterada como eles estão a atingir um milhar de famílias que exerciam as suas actividades profissionais para, ironicamente, o Instituto de Emprego e Formação Profissional.
Um Estado que quer ser respeitado tem de respeitar os cidadãos em primeiro lugar. Afinal, que devem estas pessoas fazer, quando é o Estado o primeiro a infringir a lei?
Incentivamos os leitores deste blog a deixarem as suas opiniões e sugestões e a divulgar esta ilegalidade por todos os meios que considerem apropriados.

Sem comentários:

Enviar um comentário